top of page
background_perfil2.jpg
título.png

NOTÍCIAS

Buscar

Evento festivo inaugura a rota de graffiti Viva Elizabeth em Porto Alegre

Por Jonathan Zotti da Silva


Após meses de planejamento e de muita mão na massa, a rota de graffiti Viva Elizabeth finalmente foi inaugurada no último domingo (25). O projeto Viva Elizabeth é uma realização em pareceria do Coletivo Abrigo e da Conceito Arte, financiada com recursos do Edital PRÓ-CULTURA RS FAC - Fundo de Apoio à Cultura, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. O projeto com o tema "Diálogos que transformam a vila" consiste em desenvolver uma rota turística de graffiti instalada na Vila Elizabeth, no Bairro Sarandi, periferia da zona norte de Porto Alegre.


Foto: Steph Lotus


O evento organizado para inaugurar a rota iniciou às 09h e se estendeu durante todo o dia até a noite, com atividades no Beco da Rua Pedro Moretto e na Praça Oliveira Rolim. O dia foi marcado por apresentações culturais e artísticas, muito graffiti, e, é claro, por uma caminhada festiva pela rota, que certamente ficará na história do bairro. Cerca de 300 pessoas participaram das ações, além dos moradores das casas e pedestres que transitavam pelas ruas da rota e decidiram se integrar às atividades que aconteciam pelo bairro. Uma guarnição da Brigada Militar esteve presente durante todo o evento, fazendo a segurança pública das ações e conduzindo a caminhada do Beco até a Praça.


O que rolou no Beco


No Beco da Rua Pedro Moretto, as atividades iniciaram às 11h com a instalação de brinquedos infláveis na rua para que as crianças pudessem se divertir. Uma criança chama a outra, um vizinho avisa o outro, e em pouco tempo as filas estavam formadas para participar das brincadeiras. Com a breve pancada de chuva que caiu no início da tarde, a programação cultural foi transferida para o ginásio do Centro de Comunidade Vila Elizabeth (CECOVE).


Lá o Palhaço Cebolinha conquistou a plateia com seus números de circo e teatro, arrancando risadas de todos. Em seguida, o Projeto Trilhos Sonoros, uma orquestra formada por crianças e adolescentes da periferia de Canoas, fez sua apresentação, com instrumentos de corda, sopro e percussão. No meio de tudo isso, houve distribuição de algodão doce para as crianças, que formaram uma fila enorme para garantir o seu.


Foto: Steph Lotus


Com a volta do sol, a solenidade de inauguração pôde ocorrer na rua, conforme planejamento inicial. Passadas as 16h, os produtores do Projeto Viva Elizabeth, Tiago, Priscila e Everton, fizeram o corte de fitas simbólico, inaugurando oficialmente a rota de graffiti Viva Elizabeth, a primeira da capital gaúcha. "A rota de graffiti adiciona um elemento colorido de esperança para uma comunidade marcada pela injustiça social", afirmou em seu discurso Tiago Santos, coordenador geral do projeto e diretor executivo do Coletivo Abrigo.


Foto: Steph Lotus


Após esse ato oficial, foi a hora do momento mais esperado do dia. A fanfarra do bloquinho "Avisem a Shana que Sábado vai Chover" saiu em cortejo pelas ruas da rota de graffiti, conduzindo os presentes a apreciarem os murais com muita alegria e festividade. A caminhada levou cerca de uma hora, e contou com o apoio da Brigada Militar para desviar o trânsito para garantir a segurança dos participantes.


Foto: Steph Lotus


O que rolou na Praça


Na Praça Oliveira Rolim, a programação começou mais cedo, às 09h, com um encontro de graffiti realizado a fim conferir maior amplitude ao projeto, contemplando artistas e muros não selecionados inicialmente. Os muros começaram a ser preparados no dia anterior. O encontro foi organizado pelo Everton Pijama, curador de arte do projeto. "Esta é uma oportunidade para que mais artistas possam deixar a sua marca na primeira rota turística de graffiti de Porto Alegre", destaca Everton.


Às 17h o DJ Marcelo D’Avila começou o aquecimento para o início a chegada dos participantes na Praça. Após a chegada da fanfarra, a programação cultural seguiu por lá com a apresentação do sussurro poético da Rede de Bibliotecas Comunitárias BeaBah. Em seguida, o espetáculo de B-Boys "Trivial" agitou o público com suas apresentações cheias de energia.

Foto: Steph Lotus


Para encerrar o dia de festividades, o evento contou com um pocket show da rapper porto-alegrense Negra Jaque. Suas letras de luta e resistência deram o tom para aquilo que se espera da continuidade e da repercussão do Projeto Viva Elizabeth. "Acreditamos que, a partir deste projeto, nossa comunidade vai se apropriar mais do seu território e se mobilizar em torno das suas demandas", afirma Priscila Macedo, coordenadora executiva do projeto e uma das lideranças da Conceito Arte.


Foto: Steph Lotus


Relembre o desenvolvimento do Viva Elizabeth


Em 2022 o Coletivo Abrigo e a Conceito Arte participaram conjuntamente de um edital de financiamento cultural do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Após terem seu projeto selecionado e com os recursos em caixa, os coletivos trabalharam intensamente nos meses de janeiro e fevereiro de 2023 no planejamento da rota de graffiti e das ações a ela relacionadas, como a criação de uma horta comunitária na Praça Oliveira Rolim, as atividades de promoção de turismo e comércio local, entre outras. O trajeto segue do Beco da Rua Pedro Moretto até a Praça Oliveira Rolim, seguindo o trajeto da linha de ônibus 613.


De 08 de fevereiro a 02 de março, o Projeto Viva Elizabeth promoveu uma chamada pública com o objetivo de selecionar e contratar artistas de graffiti para as intervenções artísticas nos muros previamente selecionados. O resultado da seleção foi divulgado no dia 03 de março com a publicação de uma lista formada por 30 artistas. As intervenções começaram oficialmente no dia 18 de março, com a pintura de um muro na Av. Souza Melo, esquina com Av. Alcides Maia. Nesse mesmo dia também houve uma reunião com moradores das proximidades do trajeto da rota turística com o objetivo de sensibilizar a comunidade em relação ao projeto cultural. As intervenções se estenderam até o dia 28 de maio. Contando com o encontro de graffiti do evento de inauguração, a rota conta com 41 desenhos em 16 painéis, pintados por 35 artistas selecionados, sem contar as intervenções espontâneas motivadas pela repercussão do projeto.


Nos dias 03 e 04 de junho, a horta comunitária na Praça Oliveira Rolim começou a ser construída. Até o momento, foram plantados couve, brócolis, alface, rúcula, temperinho verde (salsinha), cebolinha e morango, com a previsão do plantio de mudas de diversos tipos de chás. A Conceito Arte, localizada na Praça, está coordenando as atividades da horta. Doações de mudas podem ser feitas diretamente no local.



Foto: Steph Lotus


O que ainda esperar do projeto


Após a inauguração, o projeto agora entra em fase de desenvolver iniciativas em prol da apropriação do projeto pelo território da Vila Elizabeth bem como de promover a rota de graffiti como ponto turístico em outros territórios de Porto Alegre e Região Metropolitana. Para o mês de julho, estão previstas ações de formação continuada com professores das escolas públicas do Bairro Sarandi, bem como o desenvolvimento de um percurso formativo online voltado a professores de Porto Alegre e Região. Com essas ações, pretende-se destacar as potencialidades educativas e culturais da rota de graffiti Viva Elizabeth bem como da Biblioteca Girassol e da horta comunitária da Praça Oliveira Rolim, relacionando o projeto com objetos do conhecimento e habilidades previstas pela Base Nacional Comum Curricular.


Além disso, para se desenvolver como um ponto de turismo e comércio locais, é preciso que a comunidade do território da Vila Elizabeth saiba explorar as potencialidades econômicas e culturais do trajeto. Nesse sentido, estão previstas ações no sentido de formar e assessorar novos microempreendedores, desde a formalização como Microempreendedor Individual (MEI), passando pela identificação de oportunidades de geração de renda envolvendo a rota, até o acompanhamento desses empreendedores durante o processo de tornarem seus negócios economicamente sustentáveis. Algumas das possibilidades são a produção e comercialização de itens de vestuário e acessórios relacionados ao Projeto Viva Elizabeth e a oferta de serviços de caminhada guiada pela rota, orientando grupos de pessoas e de estudantes que queiram conhecer o projeto.


Foto: Steph Lotus


Acesse as redes sociais dos coletivos e acompanhe mais fotos e notícias do Projeto Viva Elizabeth:



Agradecimentos


O Coletivo Abrigo e a Conceito Arte, instituições proponentes do Projeto Viva Elizabeth, agradecem o empenho de seus colaboradores que trabalharam antes, durante e depois do evento de inauguração da rota de graffiti. O trabalho quase sempre voluntário dos seus membros e apoiadores é o que possibilita a existência das instituições e também a execução bem-sucedida do Projeto Viva Elizabeth. O reconhecimento também se estende aos projetos, artistas e empresas que toparam participar da programação do evento. Além disso, outro agradecimento especial é direcionado à Brigada Militar do Rio Grande do Sul, que enviou oficiais e uma guarnição para prestar a segurança pública das atividades.

Comments


Posts Em Destaque
Verifique em breve
Assim que novos posts forem publicados, você poderá vê-los aqui.
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
bottom of page